Veja como o queijo prende o intestino ou não. Confira!

Veja como o queijo prende o intestino ou não. Confira!

O queijo é um alimento amado no mundo inteiro. Além de possuir diversos tipos, ele pode ser apresentado nas mais diversas receitas, como sanduíches, pizzas, tortas e lasanhas. Também tem pessoas que gostam de consumir queijo com frutas ou até mesmo em saladas. 

Porém, assim como muitos outros alimentos, o consumo exagerado do queijo pode afetar a nossa saúde. Se você também é um amante desse alimento, com certeza já se perguntou: o queijo prende o intestino? Vamos te contar todos os detalhes hoje.

Quais as principais características nutricionais do queijo?

O queijo não é só um alimento ou um acompanhamento delicioso, ele também traz diversos benefícios à sua saúde. Ele é uma grande fonte de proteína, cálcio e vitamina B12. Por ter um alto índice de proteína, o queijo ajuda a proporcionar uma sensação maior de saciedade. Além disso, a fermentação do queijo no intestino libera uma substância que ajuda a aumentar o metabolismo. 

Qual queijo comer na dieta?

Apesar do queijo ser um super alimento, a escolha dele requer um certo cuidado. Os queijos de coloração mais clara, como ricota, requeijão light, minas frescal e cottage são menos calóricos. Já os queijos mais amarelos como prato, queijo bola e o cheddar, têm maior teor de gordura e sódio. Por isso, devem ser evitados por quem está de dieta.

Como o queijo atua para prender ou não o intestino?

Os queijos são fonte de probióticos, bactérias que auxiliam a regulação natural da flora intestinal, essas bactérias ajudam a combater problemas como prisão de ventre e excesso de gases. 

Como o queijo atua para prender ou não o intestino
Fonte/Reprodução: original

Entretanto, por conter lactose, o queijo pode ter um efeito indesejado nas pessoas com intolerância à lactose, pois o principal efeito do consumo deste carboidrato é a diarreia.

Quais os tipos de queijo mais indicados para prender o intestino?

O que determina se o queijo prende o intestino ou não é a quantidade de lactose presente nele. No caso de queijos maturados, eles têm uma concentração mais baixa de lactose do que os frescos. Isso porque durante o processo de maturação, as bactérias usadas na fermentação consomem a lactose. Já os queijos processados tem um teor de lactose mais alto que os demais.

Intolerância à lactose

Os queijos fabricados com leite de origem animal, como vaca, búfala, cabra ou ovelha contém mais lactose e podem soltar o intestino de quem tem intolerância. Embora alguns queijos passam por uma redução no teor de lactose durante o processo de fabricação.

Síndrome do intestino irritável

Alguns alimentos ricos em gorduras, como o queijo, podem agravar os sintomas de quem sofre dessa síndrome. Ao ingerir um queijo mais gorduroso, pode soltar o intestino ou então prende-lo. Já outros queijos com baixo teor de gordura e mais fermentados, como o cottage, podem causar menos impactos e ajudar a aliviar os sintomas.

Se o queijo prende o intestino ou não, depende de muitas variáveis: se você tem intolerância ou síndrome do intestino irritável, qual o tipo e a quantidade de queijo que será consumido e o teor de gordura presente no queijo, além de outros fatores. 

Por ser um alimento versátil, ele pode ser consumido nas refeições principais, lanches, saladas ou ainda como snacks durante as refeições. 

Mas não esqueça que todos os queijos têm benefícios e malefícios para a saúde, então cuidado na hora de escolher o queijo a ser consumido e nada de exageros.


Comments

3 respostas para “Veja como o queijo prende o intestino ou não. Confira!”

  1. […] é importante entender que o queijo coalho pode ser de grande ajuda na alimentação diária, se você sofre com prisão de ventre é […]

  2. […] é possível incrementar a massa de acordo com o gosto pessoal. Algumas receitas levam requeijão, mussarela e […]

  3. […] procura por um bom aperitivo! Ele combina perfeitamente com azeitonas, presunto, salame, outros tipos de queijo e vários outros […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *