Planejamento das refeições: 5 formas das crianças aprenderem

Planejamento das refeições: 5 formas das crianças aprenderem

Fazer o planejamento das refeições se torna necessário desde a introdução alimentar das crianças, a qual costuma acontecer por volta dos 6 meses. Esse período é focado em oferecer diversos alimentos para os bebês para que eles possam se acostumar com frutas, verduras, legumes, entre outros alimentos.

Os responsáveis devem sempre estar em alerta para saber se tem esses alimentos em casa ou se precisa comprar. Há outros motivos importantes que te fazem iniciar um planejamento das refeições, como a redução de desperdício, saúde e economia. 

Separamos dicas incríveis para você ensinar seus filhos a entenderem como funciona esse processo também.

O que é um planejamento das refeições? 

Consiste em prever quais alimentos estão disponíveis em casa para preparar a comida todos os dias da semana. Esse planejamento das refeições costuma ser feito semanalmente, pois assim você consegue comprar outros itens que podem faltar para ser possível o preparo. 

O que é um planejamento das refeições? 
Fonte/Reprodução: original.

E até mesmo comprar frutas e verduras na quantidade correta de consumo em uma semana. Dessa forma, não irá estragar e desperdiçar comida.

5 Formas das crianças aprenderem planejamento das refeições 

Adultos costumam resolver tudo, inclusive o planejamento das refeições. Mas, se esquecem o quanto é importante ensinar para as crianças sobre os nutrientes e o que melhora na vida dela ao ter uma alimentação mais saudável.

Se você é pai, mãe ou cuida de uma criança, atente-se às 5 formas das crianças aprenderem planejamento das refeições que deixamos abaixo.

Peça para a criança escrever a lista de compras com você 

Crianças veem tudo como uma grande brincadeira e gostam de participar de atividades. Ao invés de perguntar só as guloseimas que elas querem, chame-as para montar a lista de compras em família.

Pergunte o que elas gostam de comer, peça para observar o que falta na despensa e geladeira. Se ela tiver dificuldade, ajude-a e peça para escrever se já for alfabetizada.

Peça para ler a receita 

Muitas vezes fazemos uma nova receita e afastamos as crianças do ambiente para não ocorrer nenhum tipo de acidente. Porém, isso as afasta de uma tarefa que é essencial aprender. 

Ao invés de afastá-las, tente organizar o ambiente e pedir ajuda. Pode começar com apenas a leitura de uma receita para você, enquanto você faz. Se for seguro, ensine-a como fazer. Dessa maneira, vai ser mais paciente e ser mais independente ao crescer.

Incentive a fazer receitas simples

Há diversas receitas fáceis de fazer, como gelatina, picolé, cookies, dentre outras. Incentive a criança a participar para que eles sejam mais colaborativos e se sintam incluídos nas tarefas domésticas.

É capaz deles mesmo começarem a perguntar mais sobre os alimentos e pedirem para vocês cozinharem juntos mais vezes.

Converse sobre a importância dos alimentos

A rotina comum de alimentação do brasileiro vária em média de 3 a 6 refeições por dia. Com isso, os baixinhos entendem aos poucos que primeiro é o café da manhã, depois almoço, lanche e jantar.

No café costumam comer alimentos mais leves. Ensine a importância de tomar um café reforçado antes de iniciar os dias, fale sobre os nutrientes da fruta ou suco que ele está comendo e crie essa mentalidade saudável de forma divertida.

Ponha em prática o que disse 

Os pequenos são muito inteligentes e crescem rapidamente junto ao seu senso crítico. Cada vez se tornam mais observadores para entender como funciona o mundo. O exemplo deve vir dos pais e adultos à volta, senão eles começaram a questionar porque só eles comem alimentos saudáveis e os outros não.

Tenha coerência no planejamento das refeições e cuidado para não ensinar nada que você não coloca em prática. Aliás, não adianta apenas planejar e não colocar em ação.

Como planejar o cardápio? 

Separe um dia em sua semana para realizar o planejamento das refeições. Verifique o que há na geladeira e despesa, depois anote em um papel ou celular. Pare por um momento e avalie o que vocês mais consomem e pense em como inserir novos alimentos.

Como planejar o cardápio? 
Fonte/Reprodução: original.

Pesquise novas receitas que sejam fáceis de fazer e que você consiga encaixar em um dia normal. Após todos esses passos, chegou a hora de montar o cardápio. 

Como fazer um planejamento para o dia a dia?

No café da manhã, escolha a opção de sucos naturais ou vitaminas que pode fazer. Pode ser que o café seja uma fruta acompanhada de um pão integral com algum recheio como queijo.

No almoço e jantar lembre-se de separar o prato em três pilares: carboidrato, salada e proteína. Logo, você terá em mente que deve fazer uma salada de legumes ou hortaliças, arroz e feijão, mais um frango ou carne. Essas são alternativas mais básicas, você pode fazer outras combinações para montar o planejamento das refeições baseadas nesses pilares.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *