Confira os 5 hábitos alimentares que podem combater o risco do câncer de mama

Confira os 5 hábitos alimentares que podem combater o risco do câncer de mama

Você sabia que existem hábitos alimentares que podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver a doença.

Neste artigo, vamos apresentar 5 hábitos alimentares simples que podem fazer toda a diferença na luta contra o câncer de mama.

Como funciona um hábito alimentar?

Os hábitos alimentares são formados ao longo do tempo, com base em fatores como a cultura, a disponibilidade de alimentos, o estilo de vida e as preferências pessoais.

Como funciona um hábito alimentar
Fonte/Reprodução: original

Ou seja, um hábito alimentar é um comportamento alimentar repetitivo e regular, que se torna parte da rotina diária de uma pessoa. Esses hábitos podem ser positivos ou negativos, dependendo do tipo de alimento e da quantidade consumida.

Quando uma pessoa adota um hábito alimentar saudável, ela está escolhendo consumir alimentos benéficos para o corpo, como frutas, verduras, grãos integrais, proteínas magras e gorduras saudáveis. Esses alimentos são ricos em nutrientes importantes, que contribuem para manter o corpo saudável e prevenir doenças.

5 Hábitos alimentares que podem combater o risco do câncer de mama

Podemos dizer que estes são 5 hábitos alimentares podem combater o risco do câncer de mama:

  1. Consumir mais frutas e vegetais: fazendo mais usos de frutas e vegetais você acaba tendo mais nutrientes e antioxidantes, que ajudam na proteção das células do corpo.
  2. Reduza o consumo de carne vermelha e processada: Reduza o consumo de carne vermelha e processada para uma média de 500 gramas por semana ou menos.
  3. Consuma mais alimentos ricos em ômega-3: consumindo esses produtos você melhora a saúde do coração e cérebro pois eles também são ricos em propriedades anti-inflamatórias.
  4. Reduza o consumo de álcool: É recomendado reduzir o consumo de álcool, pois ele pode aumentar as chances de desenvolver o câncer de mama.
  5. Opte por alimentos integrais ao invés de processados: Estes alimentos são ricos em fibras e nutrientes, que ajudam a prevenir o câncer de mama.

Para prevenir o câncer de mama, é recomendado consumir mais frutas, vegetais e alimentos ricos em ômega-3, pois os antioxidantes presentes nesses combatem os radicais livres que corrompem as células.

Além disso, escolher alimentos integrais em vez de processados pode ajudar a prevenir a doença por auxiliar o bom funcionamento do sistema digestivo.

Quanto à redução do consumo de carne vermelha e processada, bem como de álcool, está justamente ligado a evitar processos inflamatórios e liberação dos radicais livres.

Qual a importância de bons hábitos alimentares para a saúde?

Adotar esses hábitos alimentares saudáveis pode ser um passo importante na prevenção do câncer de mama. É importante lembrar que a alimentação saudável deve ser combinada com um estilo de vida saudável, incluindo exercícios e sono regulares, boa higiene, bem como a abstenção de hábitos como o tabagismo e alcoolismo.

Como se formam os hábitos alimentares?

Os hábitos alimentares são formados por meio da repetição de comportamentos alimentares.

Esses comportamentos podem ser organizados por uma educação alimentar que preza hábitos mais saudáveis ou apenas reproduzidos com base em costumes familiares.

Como se formam os hábitos alimentares
Fonte/Reprodução: original

A formação de hábitos alimentares, em geral, começa na infância, quando as crianças começam a desenvolver suas preferências alimentares. Os pais e cuidadores desempenham um papel importante na formação desses hábitos, uma vez que podem guiá-los para uma variedade de alimentos saudáveis e modelar comportamentos alimentares positivos.

A boa notícia é que os hábitos alimentares podem ser modificados ao longo do tempo, com esforço e determinação. É possível adquirir novos hábitos alimentares saudáveis, como o consumo de alimentos frescos, ricos em nutrientes e limitar o consumo de alimentos processados e açucarados.

É importante lembrar que mudanças graduais e sustentáveis são mais fáceis de manter a longo prazo e é indispensável a consulta de profissional da nutrição para uma boa reeducação alimentar.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *