Prende o Intestino
Site para aqueles que possuem problemas de prisão de ventre e diarréia

Confira se a jaca é remosa ou não

Fonte/Reprodução: original
0

Fruta muito consumida em todo o Brasil, sobretudo nas regiões Norte e Nordeste, dificilmente se questiona se a jaca é remosa, especialmente por ela ser uma fruta. Por isso, não é muito comum que haja questionamentos como esse, no máximo algumas pessoas curiosas por conta de questões de saúde ou pelo simples fato de não se agradarem do alimento.

Mas afinal de contas, jaca é remosa? Quais são os valores nutritivos da fruta e como ela pode beneficiar ou, se for o caso, prejudicar na nossa saúde? Aqui neste artigo vamos esclarecer essas questões e, após isso, você pode se organizar melhor sobre o seu consumo de jaca.

O que é uma jaca e qual sua origem?

Antes de saber se a jaca é remosa, é importante conhecer um pouco mais sobre essa fruta que tem sua origem na Índia, e foi trazida para o Brasil no século XVIII. A sua árvore, a jaqueira, consegue chegar até vinte metros de altura, e a jaca nasce a partir do seu tronco e galhos inferiores.

O que é uma jaca e qual sua origem
Fonte/Reprodução: original

A jaca, que pode chegar a pesar cerca de quinze quilos, é formada por gomos, cada um com uma grande semente coberta por uma polpa amplamente cremosa, que é consumida pelos seres humanos devido ao seu rico sabor doce.

No Brasil, a jaqueira é cultivada em toda costa tropical, estando espalhada desde o Pará até o Rio de Janeiro, além da região Amazônica do país.

A jaca é remosa?

Conhecendo melhor a fruta, agora podemos responder a grande pergunta. E, para a alegria de quem gosta da mesma, podemos dizer que não existe nenhuma comprovação de que a jaca é remosa.

Related Posts
1 De 80

Na verdade, a jaca é rica em muitas vitaminas e proteínas, como as do complexo B, carboidratos, fibras, potássio, ferro, cálcio, fósforo, vitamina A, vitamina C, vitamina E e vitamina K. Todos esses benefícios são muito importantes para o desenvolvimento do organismo.

Outra curiosidade é que, a partir de uma proteína encontrada na sementa da jaca, pesquisadores desenvolveram uma pomada cicatrizante na Universidade de São Paulo (USP).

Embora esteja esclarecida a dúvida se a jaca é remosa, é importante salientar que nenhum alimento deve ser consumido em excesso, e no caso da fruta, ela pode causa flatulência exagerada devido à má digestão.

Como se deve consumir a jaca?

Além de saber se a jaca é remosa, separamos algumas formas de como ela pode ser consumida pelos cidadãos. E vale destacar que ela não precisa necessariamente ser consumida só e unicamente na sua forma natural.

É um costume em muitas regiões do Brasil que a jaca possa ser cozida, mas nesse caso se usa a fruta antes de amadurecer, geralmente em preparos salgados, ou pode ser preparada na forma de doce, ou geleia, em que utilizam o bagaço da fruta. Outra forma de consumo é através do cozimento da sua das sementes da jaca, que sem a pele servem como um popular tira-gosto.

Quais os tipos de jaca?

Basicamente, a jaca pode ser separada em dois tipos, jaca mole e jaca dura, com ambas sendo diferenciadas ao amadurecerem, avaliando sua consistência. A jaca mole possui polpa mais mole e doce, inclusive sendo mais fácil de ser partida, enquanto a jaca dura é mais firme e fibrosa.

Agora que você já sabe se a jaca é remosa ou não, caso ela seja uma das suas frutas favoritas, você pode aproveitar sem nenhuma preocupação com possíveis problemas futuros. Contudo, é importante sempre estar de olho no consumo excessivo, pois qualquer alimento em excesso pode causar mal-estar, por mais simples que este seja.

Deixe um comentário