A Pipoca Prende Ou Solta O Intestino Entenda Com Age No Organismo (1)

A pipoca prende ou solta o intestino: entenda com age no organismo

Comer pipoca todos os dias não faz mal quando em uma quantidade balanceada, cerca de duas ou três xícaras por dia, e como um dos lanches intermediários do dia. Se feita sem óleo ou adição de sal se torna um lanche saudável e nutritivo. É importante lembrar que a variedade é uma das chaves para a alimentação saudável.

A pipoca é muito comum na hora do cinema, em festas infantis, em festas juninas e até mesmo em casa na hora de assistir televisão enquanto se esparrama no sofá.

O que é a pipoca e quais seus benefícios?

A pipoca de micro-ondas não é tão saudável quanto a pipoca “natural” — preparada em pipoqueiras, por exemplo — já que contém uma quantidade excessiva de sais, condimentos (a depender do “sabor” escolhido) e uma variedade de conservantes.

A Pipoca Prende Ou Solta O Intestino Entenda Com Age No Organismo (2)
Fonte/Reprodução: original

Em uma quantidade saudável, a pipoca preparada apenas com um pouco de sal ajuda a produzir a sensação de saciedade, sendo o lanche ideal para quem tem a intenção de emagrecer.

Além disso, celíacos (pessoas com alergia a glúten) podem comer pipoca natural à vontade sem a preocupação de desencadear reações alérgicas. Pipocas de micro-ondas, no entanto, devem ter um pouco mais de atenção, já que além de aditivos, conservantes e sal em excesso, o milho geneticamente modificado (milho transgênico) pode, sim, conter glúten ou outras substâncias não muito saudáveis.

Como pode ser preparada a pipoca mais saudável?

Comumente consumimos a pipoca com sal, e o sal por si só já é responsável por reter líquidos (e, portanto, inchar a barriga). Mesmo sem sal, tempero, ou quaisquer outros aditivos, a porção média de pipoca ainda pode causar inchaço abdominal.

Uma porção de pipoca equivalente a três xícaras têm a mesma quantidade de carboidratos que uma fatia de pão, mas pela pipoca ser comida em porções acaba ocupando muito mais espaço dentro de nós e causando inchaço.

A melhor, e mais saudável, forma de preparar a pipoca é comendo-a pura ou adicionando apenas uma pitada de sal e evitar manteiga, condimentos e temperos em geral, além de outros aditivos que prometem “dar sabor” à pipoca, mas apenas a tornam menos saudável.

Algumas alternativas para uma porção mais saudável seria substituir a manteiga da pipoqueira por óleo de coco ou até mesmo azeite de oliva extra virgem.

Qual efeito da pipoca no intestino?

Comumente consumimos a pipoca com sal, e o sal por si só já é responsável por reter líquidos (e, portanto, inchar a barriga). Mesmo sem sal, tempero, ou quaisquer outros aditivos, a porção média de pipoca ainda pode causar inchaço abdominal.

Uma porção de pipoca equivalente a três xícaras têm a mesma quantidade de carboidratos que uma fatia de pão, mas pela pipoca ser comida em porções acaba ocupando muito mais espaço em nós e causando inchaço.

Essa porção, no entanto, se consumida de maneira controlada pode ser benéfica à saúde, auxiliando na pressão arterial, emagrecimento (já que promove uma maior sensação de saciedade), além de ser um alimento muito comum e fácil de encontrar e super gostoso.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *