Quais são os tipos de laxantes e quando usar?

Quais são os tipos de laxantes e quando usar?

Neste artigo trataremos sobre laxantes, iremos conhecer os tipos de laxantes, quando e como usá-los corretamente, mas antes vamos entender o que de fato é um laxante e como ele funciona no nosso corpo.

O que são os laxantes?

De forma simples, os laxantes são medicamentos que agem no intestino, mudando a estrutura das fezes e facilitando sua evacuação. Os efeitos podem variar de pessoa para pessoa, pois cada um tem um organismo, mas a função é a mesma.

Quando e por que devo usar os laxantes?

O uso de laxante deve ser em casos isolados e específicos, preferencialmente quando o indivíduo já está a 7 dias ou mais com prisão de ventre. Algumas pessoas costumam usar laxantes na intenção de emagrecimento, mas o laxante não deve ser usado para isso de forma alguma, pois ele causa perda de peso por eliminar a gordura, sais minerais e água, porém isso não é constante apenas passageiro, pois se você parar de usá-lo tudo voltará como era.

Quando e por que devo usar os laxantes?
Quando. Fonte/Reprodução: original.

Os laxantes também podem ser usados antes de exames como a colonoscopia, pois irá fazer uma preparação para o exame.

Uma classe de pessoas que não deve recorrer a laxantes são as gestantes, é comum que as mesmas tenham prisão de ventre durante a gravidez, devido às mudanças hormonais e etc, porém o uso do laxante deve ser evitado, pois pode tirar nutrientes muito importantes para o bebê.

Quais os tipos de laxantes e para que servem?

Apesar das farmacêuticas se referirem a todos os tipos desse medicamento com a nomeação laxantes, eles também podem ser chamados de catárticos e existem dois tipos com efeitos diferentes, são eles: os laxantes e purgantes.

Laxantes

Esses costumam ser os mais leves e leva mais tempo para fazer efeito no organismo, normalmente entre 6 horas e 3 dias e dificilmente provoca diarreia.

Purgantes

Esse tipo é terrível e faz efeito muito rápido entre 60 minutos e 3 horas.

E os supositórios?

Os supositórios não entram nos tipos de laxantes, pois eles não agem no intestino e sim apenas do canal anal facilitando a evacuação das fezes.

Quais são os efeitos dos laxantes?

Os laxantes têm diferentes efeitos, eles são divididos em dois tipos: os osmóticos e os apáticos. Os osmóticos retiram a água da parede do intestino, jogando-a no meio das fezes, da massa fecal e assim diluindo um pouco, para ser eliminada facilmente, enquanto os laxantes apáticos eles funcionam como um corpo estranho no intestino, forçando então a evacuação e eliminação das fezes.

Quais são os efeitos dos laxantes?
Efeitos. Fonte/Reprodução: original.

Há ainda os formadores de massa, que normalmente estimulam o intestino de forma natural com as fibras elas têm a função de aumentar o peso das fezes, fazendo com que elas sejam evacuadas mais rapidamente e de forma gradual. 

Os laxantes possuem algum risco?

Os laxantes possuem alguns riscos, um deles é que se você usá-los repetidamente isso pode gerar uma tolerância, então você terá que aumentar as doses para fazer o efeito necessário, eles também podem causar inflamação intestinal, diminuir a absorção das vitaminas do corpo e da água, podendo levar até m esmo a desnutrição.

Agora que você já sabe o que são laxantes, quais são os tipos, os efeitos e os riscos que eles possuem, você já sabe o que usar quando precisar e lembre-se: não use deliberadamente, nem com a intenção de emagrecer, e como qualquer outro medicamento antes de usá-los fale com seu médico.


Comments

3 respostas para “Quais são os tipos de laxantes e quando usar?”

  1. […] o ressecamento das fezes acontece é provável que você sinta a sensação de estar sempre cheio, há também os sintomas […]

  2. […] na digestão, por conta de todas as fibras que compõem a fruta e pela quantidade de água presente na […]

  3. […] idosos têm uma probabilidade cinco vezes maior de sofrer com problemas de constipação intestinal, popularmente conhecido como a famosa prisão de ventre, e pode ocorrer por diversos fatores, que […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *