melhores frutas para combater a prisão de ventre

Frutas para combater a prisão de ventre que ajudam a soltar o intestino

A digestão tem início na boca e também a partir do que escolhemos para nos nutrir. Alimentos ricos em fibras, os cereais, frutas que possuam casca e legumes (crus) são ideais para manter o trânsito intestinal em dia. O consumo de água deve ser de seis a sete litros diários para evitar que as fezes tenham a passagem obstruída.

O consumo exagerado de alimentos industrializados, cheios de açúcar, e uma rotina sedentária podem provocar a prisão de ventre. Medicamentos, como laxantes, quando usados de maneira irresponsável podem tornar o intestino “preguiçoso” e acabar por acostumá-lo a sempre ter um auxílio para a evacuação.

O consumo mínimo de água deve ser de cerca de dois litros por dia, variando conforme o peso de cada pessoa; e as fibras devem ser de 25 a 38 gramas, mas no caso das crianças 25 g é a quantidade máxima de fibras a ser consumida.

A fibra nada mais é do que um nutriente original dos vegetais e ao ser consumido pelas enzimas presentes na flora intestinal promove um inchaço nas fezes. A água, então, atua como um hidratante para elas passarem pelo cólon (porção final do intestino) com maior facilidade.

Melhores frutas para combater a prisão de ventre

Maçãs, quando consumidas ainda com casca, são riquíssimas em fibras, além da tangerina e da goiaba branca.

melhores frutas para combater a prisão de ventre
Fonte/Reprodução: original

O kiwi é outra fruta, da turma das cítricas, que possui bastante fibra e auxilia tanto na frequência das evacuações, quanto na suavidade das contrações intestinais.

Já as ameixas (secas!) atuam como um laxante natural, assim como o damasco — apontam estudos realizados na Coreia. A banana-verde, no entanto, deve ser evitada quando se experiencia a prisão de ventre pois pode ter efeitos de constipação.

Como consumir frutas para combater prisão de ventre?

Em sua dieta, tente incluir frutas que podem ser consumidas ainda com casca (como é o caso das maçãs), ameixas secas ou damasco que podem atuar como laxantes naturais em casos mais sérios, e até mesmo uma salada de frutas com a presença de todas essas e o kiwi pode auxiliar no trânsito pleno do seu intestino.

Quais frutas devo evitar no período de prisão de ventre?

Frutas como bananas ainda muito verdes, ou até mesmo goiaba, pode, realizar o efeito contrário ao esperado. Essas frutas podem acabar por “prender” o intestino ainda mais, provocando um maior incômodo com a prisão de ventre.

O que fazer se as frutas não ajudarem contra a prisão de ventre?

A prática de atividades físicas regularmente é importantíssima para a regulação do intestino, além da formação de um cardápio rico em fibras e um consumo ideal de água por dia.

O cardápio varia de pessoa para pessoa, se considerarmos fatores físicos (altura, peso e idade), além de doenças crônicas (caso o paciente possua alguma). Um nutricionista deve ser procurado para realizar o tratamento adequado às suas necessidades e condições.

Conclusão

De toda forma, é imprescindível que um nutricionista seja consultado para poderem ser realizados exames ou até mesmo uma conversa baseado nos seus hábitos alimentares e de vida que mostrem quais são os elementos responsáveis por promover a sua prisão de ventre, e o que você vai fazer para solucionar o problema.

Importante lembrar que “prisão de ventre” se dá pela não evacuação por um período mínimo de três dias seguidos, e o consumo de laxantes pode, a longo prazo, não colaborar com a situação e tornar o intestino mais dependente do medicamento.


Comments

3 respostas para “Frutas para combater a prisão de ventre que ajudam a soltar o intestino”

  1. […] pode optar por beber mais água (acima de 1,5L), comer frutas que facilitam o funcionamento intestinal como ameixa, mamão, laranja, maçã com casca e frutas ricas em água (melancia, abacaxi, melão e […]

  2. […] principais orientações para combater a prisão de ventre na menopausa são as mesmas para evitar o problema em qualquer fase da vida: consumir muitas fibras […]

  3. […] Isso pode ser alcançado através do consumo de alimentos que são considerados alcalinos, como frutas e legumes, e evitando alimentos ácidos, como carne vermelha e açúcar refinado. Se você nunca ouviu falar […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *